quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Antigas profissões do cebolas XVI - Os Pequenos Engraxates

Uma das profissões que tinha muitos menores trabalhando, nas décadas de 70 e 80 do século XX, era a de engraxate. Na década de 60 existia a figura do engraxate, mas a profissão era exercida por adultos, não eram ambulantes e era um serviço que a população geralmente procurava sempre aos sábados e domingos.

As mulheres geralmente mandavam levarem os sapatos até o engraxate, mas a grande maioria dos homens tinha o hábito de engraxar os sapatos indo até o engraxate (profissional que engraxava artefatos de couro) e na maioria das vezes faziam isso antes das missas. Claro que sempre se formava uma roda de conversa (popularmente conhecida como roda de fofocas) entre os clientes e o engraxate!

Antigas
Intermediárias
Portátil

No final da década de 60 e início da década de 70 (século XX) apareceram as chamadas Caixa de Engraxar Portátil e foi a grande ferramenta que oportunizou os menores a ter como ganhar uns trocados. Da década de 70 até o final da década de 80 (século XX) existia um predomínio de menores exercendo essa profissão.

NO final da década de 80 (século XX) começou o declínio devido a substituição da produção dos sapatos e produtos de couros por produtos feitos com material sintéticos. Lembrar que os engraxates também davam brilho em bolsas e outros artefatos feitos de couro. 

A tecnologia que no passado ajudou aos pequenos terem como ganhar uns trocados, mas atualmente é a responsável de se criar novas tecnologias que reduziram esse campo de trabalho. Uma foi a produção de sapatos e bolsas com produtos sintéticos (plásticos e derivados) e a outra foi o aperfeiçoamentos e criação de facilidades no uso de produtos para engraxar. Hoje se compra tintas acondicionada em recipientes com esponjas nas saídas e basta a pessoa passar a esponja no sapato e ele já fica limpo e lustrado. 

Nos tempos atuais ainda encontramos algumas pessoas trabalhando neste ramo, mas é muito raro devido ao pequeno consumo dos produtos fabricados a partir do couro. Temos de levar em conta que os produtos derivados do couro de animais são muito mais caros que os feitos de produtos sintéticos.

Textos relacionados:
Antigas profissões dos cebolas XVI Os Pequenos Engraxates

Antônio Carlos Vieira
Licenciatura Plena - Geografia (UFS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário