segunda-feira, 6 de junho de 2016

O Sanitário Público e os vereadores

Embora tenha nascido na Cidade de Itabaiana e residido até os vinte cinco anos, não conhecia alguns aspectos e existência de algumas coisas na cidade. Era comum não ensinarem e informarem a história (até mesmo nas escolas) da própria cidades aos moradores!!!

Desde criança acompanhava os meus pais para as feiras e nas feiras normais vendíamos miudeza (Largo Santo Antônio) e, nos dias do mês das festas juninas, vendíamos fogos de artifícios nesta feira, só que em local diferente. 

A primeira vez que acompanhei meus pais na venda de fogos de artifício, o local de venda era em frente a antiga casa de força (no Largo José do Prado Franco). O impressionante é que eu não sabia que o prédio tinha sido uma casa de força e
quando perguntava o que funcionava naquele prédio as pessoas simplesmente não sabia informar (inclusive minha mãe). Eu sempre fazia a pergunta por notar a existência, nas paredes internas do prédio, de peças usadas nas redes elétricas (mesmo nos dias atuais). 

Com o crescimento no número de feirantes, no decorrer do tempo nas feiras normais, a Feira dos Fogos de Artifícios ia sendo mudada de lugar. Nesta época vendíamos os fogos juntamente com outros feirantes e demonstrava que as pessoas não tinha conhecimento do perigo que era vender fogos de artifícios em locais de muito movimento e concentração de pessoas.

Vizinho a Casa de Força era o Sanitário Público Municipal e descobrir por acaso quando em aventurei em conhecer o famoso Tanque do Povo. Esse não tinha jeito de não perceber a existência, pois o mesmo inalava um mal cheiro que podia ser sentido de longe. Embora a limpeza fosse feita com frequência, o mal cheiro sempre persistia. O problema não era falta de higiene e sim que o sanitário só era aberto no início da feira e durante toda a madrugada os feirantes costumavam urinar na frente do prédio!!! As vezes o mal cheiro era tão forte que os feirantes lavavam a frente do prédio antes da chegada dos funcionários da limpeza e para a limpeza era utilizado água retirada do tanque do povo. Alias, durante muito tempo a água do tanque do povo era utilizada para limpeza das bancas da “Feira do Fato” (era assim que era chamada) no largo José do Prado Franco e as vezes os marchantes (é o mesmo que açougueiros) utilizavam para limpeza das bancas onde eram vendida seus produtos.

Foto conseguida na internet (facebook), no
grupo Itabaiana Grande
Durante toda a infância até chegar a idade adulta nunca tinha conhecimento que o prédio onde ficava o Sanitário Público era o mesmo da Câmara Municipal De Itabaiana. Era comum passar no local, mas nunca tive a curiosidade de olhar para cima, normal, até por que não existiam tantas casa com mais de um pavimento.

A descoberta da localização da Câmara de Vereadores ocorreu por acaso. Nunca era ligado a política de Itabaiana, mas por ocasião da primeira eleição do Prefeito de Luciano Bispo, as pessoas ficaram curiosas de como seria a votação para presidência da Câmara Municipal de Vereadores. Por por ocasião do dia da votação (nesta época morava em Aracaju durante a semana) fui convidado por um colega (tinha o apelido de Nen) e quando estava acompanhando o mesmo e adentramos no Largo José do Prado Franco foi que estranhei e fiz a pergunta curiosa: “ e onde fica a Câmara que sempre passo por aqui e nunca vi?” Quando da resposta não me contive: que lugar pra se colocar os vereadores!!!

Acredito que o fato da Câmara Municipal de Vereadores de Itabaiana ficar localizada em cima de uma sanitário público, durante vários anos, seja um caso único no Brasil e talvez no mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário